"No one has ever died from contradictions."

Recordings of Daniel Smith’s Lecture Series

In Uncategorized on September 1, 2009 at 6:17 pm

Here are the links for the audio recordings of Daniel Smith’s lectures that he gave as a part of the Collegium Phaenomenologicum 2009, which was directed by Peg Birmingham. Unfortunately we couldn’t record the second half of the second lecture, but all the rest is available in a pretty high-quality format.

http://rapidshare.com/files/272652490/1stDay.mp3

http://rapidshare.com/files/272656889/2ndDay1stHalf.mp3

http://rapidshare.com/files/272656893/3rdDay1stHalf.mp3

http://rapidshare.com/files/272656894/3rdDay2ndHalf.mp3

The reading material for these lectures were:

Deleuze&Guattari, Capitalism and Schizophrenia: Anti-Oedipus, “Savages, Barbarians, Civilized Men,” pp.139-271 and A Thousand Plateaus, “1227: Treatise on Nomadology–The War Machine,” pp. 351-423 +  “7000 B.C.: Apparatus of Capture,” pp. 424-473.

We would like to thank Daniel Smith again for delivering such an insightful lecture on these dense texts and allowing us to record and share his presentation.

Advertisements
  1. the recording has a strange boomy sound that makes it almost unlistenable. a friend of mine tweaked it a bit and will have fully edited copies available soon.

    ❤ ac

  2. Could the script of the whole course be uploaded ? As the ringing effectig of the recording is severe and the 2nd day 2nd half of the lecture is missed?
    Thank!

  3. sorry , my email should be the one indicate here

  4. Can the script of the whole course be uploaded? As the ringing effect of the mp3 is severe and the 2nd day 2nd half is missed.
    Thanks!

  5. […] daniel smith’s lecture deleuze and the subject of politics day 3b q&a: . . . somewhere deleuze says the difference between the left and the right is not […]

  6. Hi,

    I only just bumped into this site and it seems these links are no longer active.

    But i’d love it if i could get hold of them somehow. Could you?

    nadkarni.divya@gmail.com

    divya

  7. Queridos Amigos e Amigas:

    Queridos Amigos e Amigas:

    Pedimos fraternalmente, a possibilidade de difundir este evento através do potente espaço de encontro, intercambio e debate que sustentam com potencia. Se este material não fosse suficiente, e vocês decidirem difundi-lo solidariamente, podemos enviar lhes folders digitais, cartazes e manifestos.
    Um abraço fraterno

    Fatima de Oliveira e Gregorio Baremblitt.

    Os convocamos a participar do IV Congresso a ser realizado em Uberaba entre os dias 18 a 21 de abril de 2013.
    Já temos transitado três Congressos que foram atravessados e habitados de modo potente, terno, solidário e consistente por 1500 pessoas provenientes de vários pontos do Brasil, Uruguai, Argentina e Portugal.
    Os intercâmbios políticos-acadêmico, sustentados com rigor conceitual em tanto decantado de práticas rebeldes e insurgentes, foram traçando as cartografias dos encontros e interações a través dos que foram se gestando redes de práxis e dispositivos de enunciação coletivos.
    Perante os isolamentos e as dissociações entre saberes, discursos, sentires e práticas a potencia dos encontros, criados nos acolhimentos, ternuras e cuidados entre companheiras e companheiros, foi relançando a natalidade produtiva das lógicas coletivas.
    A construção de multiplicidade de tempos e espaços de trocas, debates, conferências, oficinas, convivências, mesas redondas, rodas de conversação, sobre nossas inserções diversas nos horizontes da invenção de vidas não alienadas, nem submetidas às opressões e docilidades adaptacionistas, pariram os movimentos de dilucidação do que nos implica nas cotidianidades inquietas: a reforma psiquiátrica, a relevância dos movimentos populares, as lutas necessárias das chamadas “minorias”, a saúde coletiva, os equipamentos de formação acadêmica, a transdisciplina, as estéticas da emancipação e a estética da dominação, as comunicações libertárias e os monopólios dos meios massivos de comunicação, as micropolíticas das resistências…..
    Afirmamos-nos como coletivo que se recusa a reduzir as dimensões dos sofrimentos aos planos individuais de existência. Compreendemos a dimensão sócio histórica, política e econômica em tanto fatores determinantes dos padecimentos muitas vezes silenciados nos conhecimentos e intervenções disseminados nas nossas vidas como trabalhadores da Saúde e Militantes Sociais. Não se trata de negar as individuações nem as efetuações dos mal-estares nessa instancia, antes bem compreender entre os “entrenós” as múltiplas determinações e a pluralidade fenomênica que intervém nos interjogos entre as quietudes das Subjetividades homogenizadas e os processos/movimentos de Subjetivação.
    Tanto como parir os lugares de crítica e elucidação sobre os modos de fatalização coletiva: as repressões, as explorações, as dominações, as exclusões, as violências, a fome, a guerra, a estigmatização, tanto como de criação dos agenciamentos que nos possibilitem o devir das paixões alegres que emergem nas lutas pela dignidade, liberdade e afirmação das vidas de todas e todos.

    Paras mais informações consultar nossa página web http://WWW.fgbbh.org.br na qual se encontraram as informações sobre nosso IV Congresso
    Temáticas propostas para trabalhar os eixos do Evento:
    a) Inclusão Social: reinventando vidas potentes
    b) Exclusão e microfascismo: Sociedade mundial de controle
    c) Direitos Humanos, Saúde mental e Saúde Coletiva: lutas pela igualdade e a dignidade coletiva.
    d) Micropolíticas da resistência: das alienações as práticas libertarias
    e) Movimentos sociais: nos agenciamentos das utopias ativas do socialismo.
    f) Das clínicas da submissão as Klínicas das subjetivações insurgentes
    g) Arte e devir: nomadopraxis e paradigma estético
    h) Reforma psiquiátrica e klínica da psicose: tecendo acolhimento das multiplicidades. A primavera das diferenças.
    i) Luta antimanicomial: quietudes e inquietudes
    j) A solidão e a geografia do amor na contemporaneidade
    k) Dependência química: dos neo-higenismos as klínicas da alegria e a produção de cidadania.
    l) Crianças e Adolescentes: cartografias, dispositivos e intervenções.
    m) Grupos e instituições: reprodução de subjetividade e processos de subjetivação.

    Gregorio Baremblitt Fátima de Oliveira
    Presidente Coordenação Geral

    Coletivo Organizador do IV Congresso Internacional de Esquizoanálise e Esquizodrama

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: